sábado, 24 de março de 2012

Licor

Olá!


A definição de um licor seria basicamente uma bebida muito doce, feita através da infusão de alimentos em cachaça ou álcool bastante concentrado.

Antigamente, os licores eram considerados remédios milagrosos. Monges que estudavam frutas e ervas começaram a desenvolver elixires que prometiam ser a cura para diversas doenças.
Daí veio a tradição de se beber uma pequena taça de licor, após as refeições, para auxiliar a digestão.

Na época da Inquisição, os licores foram vistos como um tipo de "bruxaria" por seus efeitos misteriosos de cura. Mas isso tudo acabou quando o Papa foi salvo por um licor de vinho, ervas e pepitas de ouro.
Desde então, o licor se difundiu por todo o mundo e inúmeros sabores foram criados.

Por volta de 1510, um grande estudioso de ervas misturou 27 especiarias em busca do elixir da longa vida. O que ele conseguiu foi o mítico licor âmbar de sabor apreciadíssimo por nobres e monarcas. Atualmente este licor é vendido com o nome Bénédictine. Ele é fabricado na região da Normandia e sua fórmula original ainda é utilizada e mantida em segredo absoluto.

Dicas
  • Os licores sejam servidos em cálices pequenos, de preferência transparentes, para que a cor possa ser apreciada.
  • O ideal é que os licores sejam servidos em temperatura ambiente, para que o sabor não seja prejudicado.
  • Ao contrário do vinho, a garrafa deve ser guardada na posição vertical.
  • Restinhos de licor no fundo do vasilhame, guardados por muito tempo, podem deteriorar e acabar estragando.
  • Ao preparar licor caseiro, utilize sempre um recipiente escuro e/ou com rolha, de preferência de vidro, para não alterar o sabor.
Qual seu licor preferido?

2 comentários:

  1. Hmmmm, licor é bom!

    Coloca uma receita boa de licor pra gente! =)

    ResponderExcluir